Política

Bomba – Esquema criminoso na saúde de São Bento envolvendo falsos médicos, montado para desviar dinheiro público, pode levar prefeito Dino Penha e seus sobrinhos para a cadeia

O assunto é bem sério! E foi denunciado pelo ex-prefeito Luizinho Barros ; Esquema criminoso na saúde de São Bento é montado pelo prefeito e seus sobrinhos para desviar dinheiro público. O esquema envolve até falsos médicos que trabalham no município regularmente. Segundo fontes repassadas ao blog, as denúncias estão sendo apuradas pela Polícia Federal, polícia civil e Ministério Público Federal. Os nomes dos envolvidos já são conhecidos e as investigações correm em segredo de justiça.

Os sobrinhos do prefeito, que são respectivamente diretor do hospital do Município( Rodrigo)e secretário de finanças ( Daniel) são apontados pela polícia federal como chefes de uma organização criminosa organizada para desviar dinheiro dos cofres públicos e repassar ao prefeito ( Dino Penha) e seus outros familiares.

Segundo a polícia o esquema envolve repasse de dinheiro de plantões envolvendo falsos médicos, DR Divanildo Sena de Oliveira CRM 5773 e o outro chamado DR Welligton, que por não terem CRM, passariam metade do valor do plantão para a quadrilha e ficaria com a outra metade. Além desse, também ocorre um esquema no hospital de campanha do Covid, onde os médicos que fazem ambulatório realizam transferência de metade do valor recebido para o sobrinho do prefeito, senhor chamado de Rodrigo , que é o responsável por operar a divisão dos valores. Os médicos que fazem os repasses também estão sendo investigados e prisões podem ser decretadas a qualquer momento. Fontes ligadas ao Presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão garantem que a ALEMA está de olho nas investigações, e só irão recuar após as prisões serem decretadas. Ainda conforme a polícia federal, superfaturamentos foram estabelecidos em recursos advindos para a saúde , através de superfaturamentos na compra de medicamentos e nos exames laboratoriais do Município.

Quem sofre com tudo isso é a população que está sendo “atendida” for falsos médicos, sofrendo com a escassez de exames, falta de médicos nas unidades de saúde e falta de medicamentos. Quem ganha é a quadrilha montada pelo prefeito e seus familiares que está enriquecendo as custas de desvios de dinheiro público. Contudo, prisões serão decretadas e os nomes dos envolvidos serão citados no próximo relatório apontado pela polícia federal, onde as investigações correm em segredo.

Foto do sobrinho do prefeito Dino Penha.

Deixe uma resposta